domingo, 22 de julho de 2012

ALAN MACDONALD


          
ALAN MACDONALD: "A hospitalidade é, sem dúvida, uma das virtudes cardinais. Não obstante, há dias ou momentos em que a gente tem o legítimo direito de embirrar que nos venha bater à porta um visitante inesperado. Um dos truques que melhor resultado me tem dado e ao qual devo muito serão tranquilamente passado em casa, é pôr o chapéu (e a gabardine se estiver a chover ou frio) assim que ouço tocar a campainha. O importuno, vendo-me de chapéu na cabeça, e pronto a sair, declara logo que voltará em melhor ocasião... Só os casos extremos de teimosia justificam que minha nulher e outrros membros da família ponham também as gabardines para sair. A nossa experiência mostra, que até hoje nenhum visitante se atreveu a forçar a linha da família inteira de chapéu na cabeça!"

Postado por Daniel Costa

2 comentários:

lita duarte disse...

Para o bom entendedor, basta um sinal... digo: um chapéu.:)

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Daniel. É amigo, a hospitalidade é fundamental, faz parte de um bom caráter receber bem, mas concordo que tem dias em que não estamos dispostos por alguma razão e é muito ruim receber alguém nesse estado, procuro me isolar no meu quarto, mas quando não dá, fazer o quê?
Beijos na alma, e feliz dia do escritor, que não sei se serve para Portugal, mas caso não, ficam os votos!