terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

meditando


LARRY FOSTER: "Há uma crença, comum entre  os solitários lenhadores, de que todas as cores e todas as nuances de cor às quais uma árvore está exposta, durante a sua existência, aparecem nas chamas do fogo feito com essa árvore. Se olharmos intensamente a chama produzida por um carvão de pedra vegetal , encontraremos os tons róseos e violetas da madrugada, os azuis do céu, o fulgor do sol a pino, a negrura das núvens tempestuosas, a púrpura do ocaso, a brancura irradiante do luar e a transparência refulgente das estrelas."

Postado por Daniel Costa

3 comentários:

Pensador disse...

Verdadeira ou não, é uma crença realmente bonita.
Abraços, amigo Daniel!

lita duarte disse...

Daniel,

Será verdade. O fogo é fascinante, com tantas cores... já fiquei imaginando.:)

Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Larry Foster, é . . .
,
abraço,
,
*